Por que ópera hoje? | curso com Dani Mattos

POR QUE ÓPERA HOJE? 
curso com DANI MATTOS

“A afirmação do sentimento humano, de suas dores ou alegrias, a expressão de quanto isso é próprio do homem, substitui a ordem musical que até então se fazia na Europa” – O surgimento da Ópera, Adolfo Salazar (La música en la sociedade europea).

O curso tem como proposta traçar um panorama sobre a ópera, o cenário de seu surgimento, desenvolvimento e atualidade, fornecendo ferramentas para a sua compreensão e fruição.

Por meio de audição comentada de árias e aberturas de um conjunto de obras operísticas pretende-se abordar a singularidade atemporal deste gênero que une de forma original música, poesia e teatro. Por meio da exibição de vasto material, espera-se expandir a percepção sobre as obras, analisando as várias camadas da composição dramática que envolvem canto e encenação.

Através do desenvolvimento de um olhar direcionado sobre a ópera e sua evolução artística a partir das transformações históricas sofridas, pode-se ativar novas visões de mundo que equivalem a novas perspectivas existenciais.

O curso, sem necessidade de conhecimento prévio, é dirigido a qualquer um sensível às questões atuais que a música apresenta: “mundo onde as palavras viram canto ou viram grito”.

Programa

Aula 1

● Definição de ópera; estrutura e nomenclatura;

● Seu surgimento: a Camerata fiorentina (Monteverdi, Bardi);

● A revolução na temática e na linguagem musical, reflexo de um novo pensamento;

● O papel da orquestra.

● Principais compositores; Monteverdi, Lully, Haendell, Gluck, Mozart, Rossini, Bizet, Puccini, Verdi; Carlos Gomes.

 

Aula 2, 3 e 4

● A ópera e sua evolução na Itália e na Europa;

● Opera seria (dramma per musica) e opera buffa (commedia dell’arte);

● Principais compositores; Monteverdi, Lully, Haendell, Gluck, Mozart, Rossini, Bizet, Puccini, Verdi; Carlos Gomes.

 

Aula 5

● Missa cantada e ofertório (Bach e Haendell).

 

Aula 6

● Teatros de ópera;

● Wagner e a dissolução do tonalismo;

● Audição de ópera selecionada e posterior análise.

Cronograma:

Outubro 10, 17, 24 e 31
Novembro 07, 14

Datas: 10 de outubro a 14 de novembro de 2018
Horário: 20h30 às 22h
Duração: 6 encontros
Local: R. Amália de Noronha, 301
(5 min. do metrô Sumaré)

Vagas limitadas! Garanta já a sua:
atelierpaulista@gmail.com

 

Dani Mattos

É regente, cantora e educadora. Coordena e rege o grupo vocal Poucas e Boas há 12 anos. Concebe projetos no campo expandido da música que são viabilizados por incentivos de políticas públicas, tais como: “Vinícius, o poeta amador”, sarau poético-musical; “Villa-Lobos para Todos”, oficina de musicalização; “Cronistas da Cidade”, roda de samba com apresentação de poemas e curiosidades sobre a cidade de São Paulo; “A Época de Ouro da MPB no Rádio, uma visão feminina”, aula show sobre a importância das artistas de rádio para uma afirmação do feminino. Coordena um espaço cultural no qual promove apresentações e trabalhos de artistas.